17 dezembro 2012

;)

IIIIHUUUUUUL!! Vim aqui hoje pra falar nada. To bem, to legal. E não, não esqueci do que aconteceu no post anterior, na verdade, eu nunca esqueço das coisas.. posso esquecer as palavras, mas nunca esqueço como me senti na hora. Ainda me dá uns frios na barriga, mas não é nada de mais.

Mudando de assunto.. To a fim de voltar a escrever. É, escrever historinhas. Agora que é férias, provavelmente os livros que eu tenho pra ler vão acabar rapidamente. Se eu escrever mesmo, vou postar os capítulos aqui. Mas é só uma ideia (eu mesma me dando esperança).

Ah, saí do Leo. É, nunca disse nada sobre aqui, mas mesmo assim, to falando.

Ah.. acho que é só isso... hashuahusa tchau!

11 dezembro 2012

Desabafo #2

Ontem aconteceu uma coisa INCRIVELMENTE ridícula comigo! Eu não ficava nervosa daquele jeito fazia tempos. Minha mãos formigam, eu fico inteira tremendo, me da tonturas e não consigo respirar direito. e por causa da bosta de uma mensagem. Sei que falei que ia parar com essa paranoia toda, e até tava parando, mas.. que bosta! Também sei que falei que isso não vale a pena, mas quem vai saber se vale ou não? To com raiva disso.

Poxa, to irritada. Não gosto que as pessoas fiquem me fazendo lembrar de outras pessoas das quais não quero nem pensar. Minha amiga me mandou uma foto do orkut que veio tanta coisa na minha cabeça, tanta coisa que eu tinha "esquecido", tanta coisa que eu tinha enterrado. Daí vem outro e fala: 'Ah, mandaram te mandar isso, mandaram te mandar aquilo' 'Você é implicada com ela porque o tal tinha rolo com ela, né?'. Ta que não tem o mesmo efeito que tinha a algum tempo atrás, mas mesmo assim, eu continuo não gostando disso!

Pronto, não estou conseguindo mais escrever o que eu to pensando. Está ficando bagunçado aqui dentro de novo. Não sei como eu consegui fazer minha prova hoje, porque desde ontem até agora, eu não estou funcionando muito bem. Não consigo não pensar nisso. E tudo que eu vejo, me lembra isso.

27 novembro 2012

9 meses *-*

Ok, esse post era pra ter sido feito ontem, mas não deu porque estava estudando.



Enfim.....




Nove meses! Na verdade, nem imaginei que iria dar certo mesmo, mas ainda bem que está dando. Estou feliz de estar namorando. Ainda mais quando namoro um carinha muito.. na verdade, nem sei que 'muito' ele é. Só sei que ele me faz muito bem, me faz feliz e mais um punhado de coisa (acho que não estou com muita paciência pra escrever hoje..).
Mas, o que me deixa tão bem assim nele, é que, por algum motivo que eu não sei qual é.. toda vez que estou com ele, eu fico leve, minha alegria é quase palpável. Eu não entendo isso, é como se o mundo ganhasse um tom opaco e o MEU mundo ficasse mais vibrante, fazendo com que eu esqueça tudo que acontece quando estou longe dele. Qualquer discussão, briga, preocupação, qualquer coisa, parece que some.





E outra, ele me tira o fôlego. São nos melhores momentos. Acho que é por isso que não esqueço de nenhuma das vezes que me faltou o ar quando estive com ele, porque são os que mais me deixam feliz.




Como disse no Face:

Não tenho muito o que dizer.. Só quero que saiba que a cada dia que passa você se torna mais importante pra mim, tanto que, passar um dia sem conversar com você é como se estivesse faltando algo importante para completá-lo. Gosto da sua companhia, você me faz rir e me faz bem. E melhor, você me faz feliz. (Coisa que poucos conseguem.) Quero que a gente continue assim por bastante tempo. Amo você! sz'


Amo você. Você é meu e eu, sou sua. Não vou dizer que vai ser pra sempre, mas que seja eterno enquanto dure. (lembrei aquela música que o titãs canta, eu acho.. tenho quase certeza.)
"... Que seja pra sempre enquanto durar. Eu peço somente o que eu puder dar."
ou algo do tipo. heheh


Não estou ouvindo nada hoje.. só estou lembrando os bons momentos e desejando-os sempre mais.



21 novembro 2012

Voltei rápido.. E disse que esperava que nenhum traço da minha tristeza estive no próximo post. Agora é mais confusão que tenho comigo. Tristeza? Ainda. Estou irritada com minha alta capacidade de fazer as coisas sem pensar no que pode acontecer ou no que os outros vão pensar. Queria muito não ligar para o que ninguém pensa, seria mais fácil. Mas nada que eu realmente quero é fácil. Estou magoada com a minha capacidade de não conseguir explicar as coisas para que o que realmente acontece. Realmente, tenho que prestar mais atenção às coisas que eu faço. Talvez se eu parar de fazer as coisas, melhore um pouco. Talvez se eu ficasse quieta no meu canto.. sem falar, ou escrever, nada. Mas eu sei que não dá certo. Não quero fazer nada que fiz da última vez. Acho que meus tornozelos e parte dos meus braços agradeceriam.
Mas isso foi no passado. Uma tremenda idiotice. Uma coisa sem fundamento. E isso nao vai voltar a acontecer. Ponto.

20 novembro 2012

=[

Tem algo me incomodando. E eu não sei o que é. Tem horas que eu to tão feliz.. que parece que eu descobri uma mina de confete (chocolate) no fundo da minha casa.
Horas que eu fico com saudades. E eu, realmente, não sei do quê. Eu sou carente, e digamos que isso faz parte de mim como se fosse um braço. Acho que sinto falta da atenção que eu tinha quando era bem criancinha. Abraços. Beijos. Carinho. Nada de brigas sem motivos. Sorrisos. Brincadeiras. Acho que estou precisando disso. Acho que é isso que anda me deixando triste também. Não tinha pensado que poderia ser isso até agora. Estou voltando aos tempo em que entrar debaixo do chuveiro, é hora de lágrimas. Em que ficar sozinha em casa, é hora de nariz escorrendo incessantemente. Em que eu, no meu quarto, trancada, é hora de choro.
Não quero isso. Não quero ficar triste. Não que ficar chorando por essas coisas.
No início do ano, eu tive uma luz que me tirou desse estado de tristeza. Foi ótimo. Estou muito feliz que esta luz ainda continua comigo! Me fazendo esquecer muitas coisas que não gosto de lembrar e me dando lembranças (BOAS) que vou guardar para sempre.
Fico muito feliz com isso.
Mas..
Estou voltando a ser uma confusão de sentimentos ambulante. Só espero não ter a mesma atitude que tive pra tentar chamar a atenção como antes.


Ao som de: (as músicas não ajudam muito minha situação)

Água Contida - Pitty
Lanterna dos Afogados - Maria Gadú
Nada Além - Frejat

Espero que, quando voltar aqui, nem um traço dessa tristeza esteja comigo.

08 novembro 2012

xD


Demorei, não muito tempo, mas voltei. Não vim antes, não por não ter o que dizer, mas porque estou pegando o tempo de que eu vinha postar aqui, pra estudar um pouco. Aliás, era pra eu estar estudando pra minhas provas de matemática e biologia. Mas não estou conseguindo fazer as contas ainda.

Enfim, passou o Dia das Bruxas e esse ano eu fiquei inteira. Nenhuma cicatriz, doença e nada de hospital. Desde que eu tinha 10 anos, acontece alguma coisa comigo no Dia das Bruxas. Com 10, operei da apendicite. Com 11, trinquei o pulso direito. Com 12, trinquei o pé direito. Com 13 não me lembro de ter acontecido alguma coisa. Com 14, um corte de cinco pontos no joelho direito (e foi mais para o começo de novembro). Com 15.. bom, o ano inteiro foi dia das bruxas (quem me dera poder apagar ele da minha vida). Com 16, ainda não aconteceu nada. Mas, não vou arriscar. ;s hehehe

Ah, e como eu amo nadar! É o meu esporte favorito. Quando eu entro na água, sinto como se estivesse voando (é, viajei agora, mas é assim mesmo que eu me sinto). E no feriado do dia 2, teve uma competição da escola e eu nadei. Na verdade, eu sempre nado. Em 2009 e 2010 eu também nadei. E ganhei ouro nos dois anos! E, na verdade, eu sempre ganho. Hahaha. Mas eu não tenho culpa de ninguém ser melhor que eu, ora. E é tão bom quando a gente está quase chegando, e todo mundo fica gritando seu nome.. 
Com todo mundo torcendo por você, isso é tão... gostoso!


Ah, e agora eu estou com mania de falar ‘ora’ e ‘ow’. Horrível, mas não consigo me fazer parar de falar isso.

Sábado. ENEM. Horrível. Ok, esse ano eu fiz de treineiro e pá, só pra saber como é que é mesmo. E a única coisa que eu estou sabendo até agora, é que eu tenho é que meter a cara nos livros (!!!DA ESCOLA!!!) e parar de pensar (muito) em qualquer outra coisa que não seja (ok, me perdi por trinta, ou mais, segundos, apenas porque eu acabei de receber um sms do meu amor da minha vida. Exagerada? Nãonão, magina) passar em alguma faculdade estadual. Mesmo que seja a UEMG. Não vou fazer o que eu quero mesmo, então vou fazer algum que eu acho que me interesso. Direito, talvez. Tenho cara de advogada? Juíza? Promotora? Pra ter profissão não precisa ter cara, é só fazer o que gostar. E se eu não gostar? Faço como todas as coisas que eu não gosto. Aprendo a gostar. Enfim, cheguei para fazer o Enem com a bunda redonda, saí com ela retangular. Mas saí de lá, suficientemente, feliz por saber que eu inteligente o bastante para nunca, na minha vida, ter pensado em pegar uma corzinha com a luz incandescente do meu quarto. E à noite, era para eu ter ido no Alvorada jogar basquete (a gente perdeu ¬¬).. Só que eu fui no Lago e Sol com meus pais. E o Raphael também foi *u*.
(parte de cima, escrito ontem à noite)

E outra, eu voltei a roer unha. Não sei.. eu só faço isso quando estou nervosa, ansiosa, preocupada ou irritada. Ainda não sei qual das opções acima está comigo. E também não sei porque estou assim, talvez até sei.. mas não quero pensar nisso (é pura paranoia).

Domingo. A mesma coisa. Enem, foda. (por falar nisso, eu tenho que corrigir a segunda prova) Minha redação foi um cocô de cabrito. E a nota também vai ser um cocô de cabrito. Um zero redondinho. hehe..
E eu fui pra casa do Rapha. Adoro ir lá. Eu esqueço de tanta coisa que me chateia.. Ele me faz muito bem, já devo ter dito isso aqui. 



E terça teve outro jogo de basquete. Uma louca me jogou no chão e eu machuquei a mão, mas só ta doendo, nem aconteceu nada demais.

E sim, a gente perdeu. Mas foi de 15x12, e nem foi tão ruim assim.


Aiin, ta uma chuvinha tão boa agora..! Que dá até preguiça de estudar. Dá vontade é de comer chocolate, ler e ouvir música. Ah, e falando em música, estou escutando Capital, Nenhum de Nós, Jota Quest, Cazuza, Legião e Ultraje. ;D


30 outubro 2012

Toda errada.. sempre

Sempre faço coisas erradas. E falo também, tanto que, de agora em diante, vou morder na língua pra não falar o que eu penso. Eu tento, de todas as formas, não falar 'besteiras'.. Mas é sem querer, sou impulsiva e não penso nas coisas. Não faço nada certo, acho que não sou boa em nada. Não sou uma boa filha, uma boa aluna, enfim.. não sou boa. Será que pelo menos uma boa amiga eu sou? Uma boa namorada? Uma boa pessoa? Tenho minhas dúvidas.
Está tudo bagunçado. E por mais incrível que pareça, dessa vez, meu quarto está arrumado.
Maaaaaas, como sempre, um abraço pode melhorar muito. Ainda mais quando é o abraço mais gostoso que existe, aquele que me envolve e eu fico tão bem. É como se tudo o que me preocupa desaparece enquanto estou dentro daquele abraço.


Enfim, vou indo.. Prova de física agora. ;s;s

22 outubro 2012

Não vale a pena.

Estou querendo escrever algo, mas não consigo. Meus pensamentos não estão lá muito ordenados para colocar no "papel". Quero desabafar, mas não vêm as palavras. Escrever me dá uma leveza, eu fico me sentindo tão bem. É confortante. É como se eu não me sentisse sozinha. Não que eu seja sozinha, sempre há algumas pessoas perto de mim, mesmo que eu não queira ou que seja o que eu mais quero. Mas às vezes eu me sinto sozinha. Talvez seja por coisas que eu vejo ou leio, ou pela minhas paranoias. Tenho que ficar mais ligada na minha vida, no meu presente e no meu futuro. Esquecer o passado que só me deixa mal, mesmo que seja o passado, eu fico meio que com o pé atrás. Tem coisas que as pessoas leem que a gente não sabe como que elas podem reagir, o que elas podem pensar e tal. Eu tenho que parar com essa insegurança, com esse medo. As pessoas podem, sim, esquecer outras! E não é possível que não esqueceu até agora! E por mais que não pareça, de uns dois meses para cá, eu to mais confiante que isso está acontecendo.

Já dizia Cazuza:
"Decidi não ficar mais triste. Certas coisas não valem minha dor."

E quer saber?! Não vale MESMO! Minha paranoia vai acabar, não sei como, mas vai! Não importa o que eu ler ou ver.


15 outubro 2012

Feliiiiiiiiiiiz!

Tive um dia extremamente feliz no sábado! Já disse aqui que eu amo aquela pessoa, muito especial pra mim pra falar a verdade.
Sabe quando você está conversando com aquela pessoa e, de repente sai um 'te amo' da boca dela e você não lembra do quê nem o quê estavam conversando? E que tudo ao redor fica desfocado e tudo o que você consegue escutar é som do seu coração batendo tão forte que parece que vai explodir? E que tudo que você consegue fazer é ficar lá, tentando absorver a informação? E que depois que você entende, realmente, o que foi dito, solta o ar que nem percebia que estava prendendo? E que a única coisa que passa pela sua cabeça é se aquilo estava mesmo acontecendo de verdade? E que a única vontade que você tem é de abraçar e beijar aquela pessoa, e ficar assim juntinhos por tempo indeterminado? E que você só quer saber daquela pessoa e de mais ninguém? E que ninguém tem o mesmo encanto e nem o mesmo efeito que aquela pessoa tem sobre você? E que ninguém faz com que você sinta o que aquela pessoa te faz sentir? E que naquele momento, não sai nada da sua boca porque você ainda está sem conseguir pensar em coisa alguma? Pois é, eu sei como é. Eu tive um dia assim e tenho uma pessoa assim. Que eu tenho medo de magoar, de decepcionar e de errar. Medo de não poder abraçar, de não poder beijar, de não poder estar junto, medo de não poder amar. Medo de não te fazer bem como você me faz e de não te fazer feliz como você me faz..
É isso, estou muito feliz.

Amo você.



13 outubro 2012

Mudando

"Não deixe que as lembranças do  
passado atrapalhem suas alegrias do presente."

Estou sempre falando isso para alguém, mas nunca sigo meus conselhos. Na verdade, tinha até esquecido que eu falava isso, mas como certas coisas ocorreram.. lembrei!
Mas de agora em diante, vou segui-lo. Há coisas do passado atrapalhando meu presente. Não quero que minhas neuroses me atrapalhe com quem eu gosto. Sei que não tem sentido algum eu ficar pensando nessas coisas, mas.. quando vejo, minha cabeça está cheia de palavras e imagens que não gosto nem um pouco de imaginar. Isso me incomoda, não quero isso mais. 
Eu confio em você. Por tantas coisas, eu confio em você. E não pense o contrário.




Ao som de:

Tiê - Te Valorizo
Engenheiros do Hawaii - Refrão de Bolero

11 outubro 2012

Desabafo

Uma coisa que eu odeio muito, é discutir com quem eu gosto, com quem eu meio que 'dependo' pra me sentir bem. Isso é um cu! Um desastre, que só me leva a ficar com os olhos inchados e ardentes, com o nariz escorrendo e com a roupa toda molhada. Acontece sempre que eu digo o que eu realmente penso, o que ta dentro de mim. Não é isso que as pessoas querem? Sinceridade?!
Sempre que eu tento desatar nós na minha garganta, alguma coisa dá errada, mas o nó desata. Só que vem aquela vozinha bem lá do fundo: 'Podia ter deixado isso só pra você.' E depois aquela sensação que a pessoa está super irritada e que não quer ver nem conversar comigo, pelo menos é o que um 'Ta bem, então. Boa noite.', depois de outras palavras que a idiota aqui desencadeia dos outros, parece dizer.
Eu sei, eu tenho que prestar atenção no que eu falo e faço. Tenho que me preocupar com nosso agora e não com o seu antes. Já disse, isso é medo, insegurança.. Você sabe que não é por querer. Eu acredito e confio em você. E não tem nada dizer uma coisa e não fazer outra. Tenho medo de te perder e não posso ficar pedindo pra ficar, porque preciso sentir que você também quer estar comigo, mesmo com inseguranças.
Desculpa por não pensar antes de falar e acabar dizendo bobeira demais, por não fazer as coisas direito, por ser assim toda errada, desculpa..

Não vai ter tempo de ler as porcarias que eu posto aqui mesmo, então.. só pra desabafar. ;@

09 outubro 2012

Segura?



"Eu te entrego todo o meu romantismo barato e as minhas palavras repetidas. O meu tom suave e a minha mão quente. Eu te entrego a minha parte marginal e você me conserta. Eu te dou amor e você me dá uma moradia no seu coração. Eu me dou. Você me segura?"

Camila Costa


08 outubro 2012

Hey

Volteeei.. que bom, né. Hehe
Mas então, meu fim de semana.. Meu fim de semana foi muuito bom! Passei os dois dias inteiros com meu namorado, isso já é bom de qualquer jeito ;]
Sábado a gente foi de ônibus pra fazenda, num calor do cão. E a noite, teve o aniversário da Gaby, que tava calor e eu fui com o short que eu falei que ia tirar uma foto e não tirei por preguiça. E como de esperado, meu pai não gostou dele. Normal.

Mas, mesmo no calor, eu adorei cochilar (e o mentiroso disse que eu ronquei) do lado dele, de ficar junto dele, passar o dia sem nada pra fazer com ele.
E no domingo a gente veio pra Frutal, teve almoço na casa de uma tia com a família, foi engraçado. 

Era pra eu ter mais coisa pra falar, mas eu não to conseguindo pensar. ;s

05 outubro 2012

|=]

Acho que existe algum tipo de perseguição entre frio e minhas roupas. Porque sempre que eu vou sair com uma saia, um vestido curto ou um short (hihi primeira vez que mamãe ia deixar eu sair de short) FAZ TEMPO DE CHUVA! É muito triste, porque agora está ventado e está meio frio, então não vai dar pra eu ir com o short que eu queria =/ (depois eu tiro uma foto com ele.. é muito liiindo!)


Sim, eu amo chuva, eu amo frio e amo como quando o céu fica nublado e com nuvens negras. Enfim, esse tempo é maravilhoso.





Por enquanto é isso, mais tarde eu volto. Bjbj!!





Ao som de:
The Beatles - All My Loving
Pearl Jam - Soldier Of Love

04 outubro 2012

Desnecessário

 Hoje não tive aula porque foi feriado da cidade. Daí ontem, quarta, eu tava mexendo no computador e esperando o Rapha chegar da faculdade pra ligar pra ele. Deu meia noite e vinte, liguei e ele não atendeu. Passou cinco minutos, liguei de novo. Nada. Passou mais um tempo e liguei de novo, ele não atendeu. Comecei a ficar preocupada, né! O menino volta da faculdade de buzão, de noite, estrada perigosa, E NÃO ATENDE O CELULAR?! Vai que acontece alguma coisa? Sempre tem essa possibilidade. Aí, acho que liguei pra ele mais umas duas vezes, e nada dele me atender. De repente meu celular começa a tocar, e sabe quando você vê uma coisa e seu corpo, que tava tenso, relaxa? Então, uma ótima sensação! Enfim, não tinha acontecido nada com ele (ainda bem!), ele só tinha deixado o celular no silencioso e dentro da mochila.. Ta vendo, sou uma boa namorada. Eu me preocupo com ele. Run'.Ok, eu tava conversando com ele, era uma e pouco já, e meu pai acorda. Daí ele danou comigo e disse que eu ia ficar de castigo, sem computador. Só que hoje, lá na fazenda, eu mexi um pouco no pc e ele não disse nada.. Dessa vez eu não entendi meu pai. 
Ok, como mostra o título, esse post foi realmente desnecessário. Mas é só pra não perder o costume. ;D


Beijos, boa noite! ;*

03 outubro 2012

Uma coisa que todo mundo tem, são amigos. Não importa se perto, distante, verdadeiros ou falsos, são amigos. Amizade é uma coisa estranha. Você confia, praticamente, TUDO da sua vida a uma pessoa! E dependendo da pessoa, tudo que diz respeito a você, vai por água a baixo. Seus olhos têm de ficar sempre bem abertos quanto a isso.
Enfim, tenho poucos amigos, muitos conhecidos e uma melhor amiga. 
Conheço ela desde quando eu nasci. No começo a gente não se dava muito bem (já tentei quebrar um gesso que eu tava no braço, na cabeça dela).. Mas agora uma não vive sem a outra (pelo menos eu não vivo sem ela ;x;x). 



Parece que falta alguma coisa quando a gente ficar um dia sem conversar, falta aquela outra parte de mim, a parte racional, delicada, meiguinha, a parte sem graça também.
Odeio quando ela fica triste, porque eu tenho que me fazer mais ainda de idiota (já sou idiota) pra deixar ela feliz e ver ela rindo da palhaça.
Tem dias que eu olho pra ela e penso: 'Vou passar longe e fingir que não conheço.' De tão desparafusada que ela consegue ser. Mas assim que é bom. ;D
Eu sei que eu sempre posso contar com ela, e contar pra ela. 
Teve uma épocazinha que eu deixei de contar algumas coisas para ela, fiz coisas erradas e pá. Mas passou, agora nunca mais. Deixe isso no passado, ok? Ok.




Menina sem graça,




Cami *-----*

Não me afasto de você por nada, mesmo se algum dia nós duas morarmos fora e distantes uma da outra, manteremos contato, visitaremos (férias existe pra que?), viajaremos (lembra que você me prometeu uma viajem pra Londres), enfim, dessa menina eu posso dizer: É ELA! É ela que eu quero pra sempre comigo. É ela que eu quero sempre manter por perto. É ela que vai ser a madrinha dos meus filhos (SE eu tiver algum, ainda estou pensando no caso). É ela que eu vou amar sempre e sempre, porque é o que eu sinto por ela.. Amor! Eu amo essa menina. Nunca me deixe, ok?




P.S: Precisamos tirar mais fotos! Essas estão velhas.
Ao som de:
Santa Esmeralda -  Don't Let Me  Be Misundertood

01 outubro 2012

Shhh!

Nunca imaginei que algum dia iria gostar tanto de alguém como gosto de você. Sempre fui aquele tipo de garota que tem o coração revestido por uma camada de pedra um pouco grossa.. Mas que por dentro é uma manteiga derretida. E por causa das pedras, ninguém nunca tinha chego até a parte mais doce, mais bonita (se é que existe mesmo essa parte).
Também nunca imaginei ter medo de perder alguém. Sim, tenho muito medo de perder você. Tenho muito medo de você cansar do meu 'alto nível de carência', da minha grande capacidade de ser inapropriada, inadequada, sem educação e sem ideia, na maioria das vezes. De não ser inteligente, bonita, engraçada, delicada, meiga, e o que o resto das outras garotas têm, o suficiente.
Pra mim, meninos sempre foram enjoativos e, ás vezes, sem graça. Nunca senti que alguém gostasse de mim, verdadeiramente. Foi sempre por ser filha do Julio, ou pelo meu corpo (que nem é tão assim), ou não sei por que. Nunca me senti realmente bem com alguém, nem feliz. E nenhum me dizia coisas para o meu bem, na verdade, eles não diziam nada. Só queriam saber de se mostrar (sim, tem uma ou duas exceções). E nunca me dei bem em relacionamentos. Enfim..
Tenho saudades de você a todo momento. Saudades do seu cheiro, do seu beijo, do seu abraço quentinho e confortável. Por mais que nos vejamos quase todos os dias por uns vinte minutos, sinto saudades. Você é diferente. Isso é bom. Você sabe como me enlouquecer, como fazer o meu mundo parar, você sabe como me embalar e me levar.
Adoro quando você me faz carinho e fala, baixinho, coisas no meu ouvido. Quando você me beija com vontade ou quando me beija devagarinho. Quando você dá aquela risadinha sem graça ou uma gargalhada. E quando você morde a língua..xD Enfim, eu sei que eu sou nova, que muita coisa ainda vai acontecer, que eu vou conhecer pessoas novas, que talvez eu vá fazer faculdade fora.. mas enquanto tudo isso não acontecer, é você quem eu quero comigo, na minha vida.

É, acho que te amo.. Mas ó: é segredo.









Essa foto foi tirada dia 25 de Julho. A gente tava no aniversário da Tatiane. 
A linda aqui saiu feia na foto, mas gosto dela porque foi um dia especial.













E essa foi no aniversário do Gledson. Não me lembro o dia.





Raphael. sz'
A gente descobre que é amor, quando o 'gosto muito' não é o suficiente.



Ao som de: 
Frejat - Quando o amor era medo
Frejat - Eu não sei dizer te amo
Tiê - Te Valorizo
The Pretty Reckless - You
Mallu Magalhães - Cena
Stone Sour - Wicked Game
Pitty - Equalize


Acho que a gente tem que tirar mais fotos.. Lembrar os bons momentos.

Estudar e Blog Novo > Which Rolls

 Olá! Ok, ainda estou tentando aprender a mexer nisso. Tá, que não consegui fazer quase nada, mas depois eu fuço e descubro como funfa. Creio que não será muito difícil...
Hoje a tarde eu fui na casa do Miguel estudar, e a Isabella também foi. Provinha de Bio e Filo sexta.. Esses estudos, quando viram, ajudam muito! Mas quando vira só conversa, aí fica foda. Mas, é nessas conversinhas que a gente aprende a ficar com um pé atrás com as pessoas que você convive. Não que devamos acreditar em tudo o que sai da boca das pessoas, mas nenhum cuidado é muito. Mas depois de estudarmos, papear, lanchar e afins, as amigas da irmã do Miguel (Giovanna) chegaram lá, e elas fizeram um blog de informações sobre o mundo da moda. O blog delas ficou muito fofo!

P.S.: A Isa foi fazer uma maquiagem na Larissa, uma das amigas da Giovanna, e sinceramente... achei que não ia prestar, mas ficou muito bom!

which rolls - o que rola?~clica~

Iniciação

 Oioioi! Sempre curti escrever e ler. E desde de quando eu descobri o que era m blog e o que eu poderia fazer com um, eu quis fazer. E teve uma vez que eu fiz, mas acabei excluindo porque tinha vergonha das coisas que escrevia, mesmo ninguém visitando o blog e tals. Mas resolvi fazer de novo, mesmo ainda sem saber o que escrever ou ser um pouco tímida para jogar na roda alguns dos meus pensamentos e sentimentos. 
Meu nome é Ângela (sim, eu sei que dá para ver que isso está escrito em alguns lugares no blog), tenho 16 anos. Do dia 7 de fevereiro. E como uma legítima aquariana, posso dizer que sou dona de sonhos impossíveis. Inquieta. Gosto do simples, mas não do comum. Se pudesse, viveria conforme às minhas próprias regras. Prefiro a companhia de amigos (homens) a de mulheres, gosto do jeito relaxado e direto com que meus amigos me tratam (e também, da sinceridade!). Orgulhosa. Tento mudar o que não gosto com rebeldia. Sou pirracenta, faço totalmente o contrário quando as pessoas acham que podem mandar em mim. Rotina pra mim é o fim da vida. Às vezes, sou triste.. mas posso dizer que a maior parte do tempo sou uma pessoa alegre. Sou daquelas que correm na direção contrária da multidão. Gosto de conversar e ouvir, só não me peça conselhos. Amo livros! É uma paixão sem explicação. Adoro viajar nas histórias. E falando em viajar.. Assim que minha vida profissional estiver feita e bem sucedida, um sonho que quero muito realizar, é conhecer vários lugares conhecidos, ou não, do mundo! Animais é mais um tema das minhas grandes paixões. Um olhar de felicidade, um consolo silencioso e uma gratidão muda é o que mais quero na vida.
Isso é um pouquinho de mim. Lógico, não contei algumas coisas como o jeito que eu gosto de fazer com que as pessoas gostem ou não gostem das mesmas coisas que eu, não vou fazer minha caveira logo de cara. Mas... acho que é isso. 

Sim, estou ciente que não haverá pessoas visualizando meu blog. Mas isso não é uma coisa que eu faça muita questão.