27 novembro 2012

9 meses *-*

Ok, esse post era pra ter sido feito ontem, mas não deu porque estava estudando.



Enfim.....




Nove meses! Na verdade, nem imaginei que iria dar certo mesmo, mas ainda bem que está dando. Estou feliz de estar namorando. Ainda mais quando namoro um carinha muito.. na verdade, nem sei que 'muito' ele é. Só sei que ele me faz muito bem, me faz feliz e mais um punhado de coisa (acho que não estou com muita paciência pra escrever hoje..).
Mas, o que me deixa tão bem assim nele, é que, por algum motivo que eu não sei qual é.. toda vez que estou com ele, eu fico leve, minha alegria é quase palpável. Eu não entendo isso, é como se o mundo ganhasse um tom opaco e o MEU mundo ficasse mais vibrante, fazendo com que eu esqueça tudo que acontece quando estou longe dele. Qualquer discussão, briga, preocupação, qualquer coisa, parece que some.





E outra, ele me tira o fôlego. São nos melhores momentos. Acho que é por isso que não esqueço de nenhuma das vezes que me faltou o ar quando estive com ele, porque são os que mais me deixam feliz.




Como disse no Face:

Não tenho muito o que dizer.. Só quero que saiba que a cada dia que passa você se torna mais importante pra mim, tanto que, passar um dia sem conversar com você é como se estivesse faltando algo importante para completá-lo. Gosto da sua companhia, você me faz rir e me faz bem. E melhor, você me faz feliz. (Coisa que poucos conseguem.) Quero que a gente continue assim por bastante tempo. Amo você! sz'


Amo você. Você é meu e eu, sou sua. Não vou dizer que vai ser pra sempre, mas que seja eterno enquanto dure. (lembrei aquela música que o titãs canta, eu acho.. tenho quase certeza.)
"... Que seja pra sempre enquanto durar. Eu peço somente o que eu puder dar."
ou algo do tipo. heheh


Não estou ouvindo nada hoje.. só estou lembrando os bons momentos e desejando-os sempre mais.



21 novembro 2012

Voltei rápido.. E disse que esperava que nenhum traço da minha tristeza estive no próximo post. Agora é mais confusão que tenho comigo. Tristeza? Ainda. Estou irritada com minha alta capacidade de fazer as coisas sem pensar no que pode acontecer ou no que os outros vão pensar. Queria muito não ligar para o que ninguém pensa, seria mais fácil. Mas nada que eu realmente quero é fácil. Estou magoada com a minha capacidade de não conseguir explicar as coisas para que o que realmente acontece. Realmente, tenho que prestar mais atenção às coisas que eu faço. Talvez se eu parar de fazer as coisas, melhore um pouco. Talvez se eu ficasse quieta no meu canto.. sem falar, ou escrever, nada. Mas eu sei que não dá certo. Não quero fazer nada que fiz da última vez. Acho que meus tornozelos e parte dos meus braços agradeceriam.
Mas isso foi no passado. Uma tremenda idiotice. Uma coisa sem fundamento. E isso nao vai voltar a acontecer. Ponto.

20 novembro 2012

=[

Tem algo me incomodando. E eu não sei o que é. Tem horas que eu to tão feliz.. que parece que eu descobri uma mina de confete (chocolate) no fundo da minha casa.
Horas que eu fico com saudades. E eu, realmente, não sei do quê. Eu sou carente, e digamos que isso faz parte de mim como se fosse um braço. Acho que sinto falta da atenção que eu tinha quando era bem criancinha. Abraços. Beijos. Carinho. Nada de brigas sem motivos. Sorrisos. Brincadeiras. Acho que estou precisando disso. Acho que é isso que anda me deixando triste também. Não tinha pensado que poderia ser isso até agora. Estou voltando aos tempo em que entrar debaixo do chuveiro, é hora de lágrimas. Em que ficar sozinha em casa, é hora de nariz escorrendo incessantemente. Em que eu, no meu quarto, trancada, é hora de choro.
Não quero isso. Não quero ficar triste. Não que ficar chorando por essas coisas.
No início do ano, eu tive uma luz que me tirou desse estado de tristeza. Foi ótimo. Estou muito feliz que esta luz ainda continua comigo! Me fazendo esquecer muitas coisas que não gosto de lembrar e me dando lembranças (BOAS) que vou guardar para sempre.
Fico muito feliz com isso.
Mas..
Estou voltando a ser uma confusão de sentimentos ambulante. Só espero não ter a mesma atitude que tive pra tentar chamar a atenção como antes.


Ao som de: (as músicas não ajudam muito minha situação)

Água Contida - Pitty
Lanterna dos Afogados - Maria Gadú
Nada Além - Frejat

Espero que, quando voltar aqui, nem um traço dessa tristeza esteja comigo.

08 novembro 2012

xD


Demorei, não muito tempo, mas voltei. Não vim antes, não por não ter o que dizer, mas porque estou pegando o tempo de que eu vinha postar aqui, pra estudar um pouco. Aliás, era pra eu estar estudando pra minhas provas de matemática e biologia. Mas não estou conseguindo fazer as contas ainda.

Enfim, passou o Dia das Bruxas e esse ano eu fiquei inteira. Nenhuma cicatriz, doença e nada de hospital. Desde que eu tinha 10 anos, acontece alguma coisa comigo no Dia das Bruxas. Com 10, operei da apendicite. Com 11, trinquei o pulso direito. Com 12, trinquei o pé direito. Com 13 não me lembro de ter acontecido alguma coisa. Com 14, um corte de cinco pontos no joelho direito (e foi mais para o começo de novembro). Com 15.. bom, o ano inteiro foi dia das bruxas (quem me dera poder apagar ele da minha vida). Com 16, ainda não aconteceu nada. Mas, não vou arriscar. ;s hehehe

Ah, e como eu amo nadar! É o meu esporte favorito. Quando eu entro na água, sinto como se estivesse voando (é, viajei agora, mas é assim mesmo que eu me sinto). E no feriado do dia 2, teve uma competição da escola e eu nadei. Na verdade, eu sempre nado. Em 2009 e 2010 eu também nadei. E ganhei ouro nos dois anos! E, na verdade, eu sempre ganho. Hahaha. Mas eu não tenho culpa de ninguém ser melhor que eu, ora. E é tão bom quando a gente está quase chegando, e todo mundo fica gritando seu nome.. 
Com todo mundo torcendo por você, isso é tão... gostoso!


Ah, e agora eu estou com mania de falar ‘ora’ e ‘ow’. Horrível, mas não consigo me fazer parar de falar isso.

Sábado. ENEM. Horrível. Ok, esse ano eu fiz de treineiro e pá, só pra saber como é que é mesmo. E a única coisa que eu estou sabendo até agora, é que eu tenho é que meter a cara nos livros (!!!DA ESCOLA!!!) e parar de pensar (muito) em qualquer outra coisa que não seja (ok, me perdi por trinta, ou mais, segundos, apenas porque eu acabei de receber um sms do meu amor da minha vida. Exagerada? Nãonão, magina) passar em alguma faculdade estadual. Mesmo que seja a UEMG. Não vou fazer o que eu quero mesmo, então vou fazer algum que eu acho que me interesso. Direito, talvez. Tenho cara de advogada? Juíza? Promotora? Pra ter profissão não precisa ter cara, é só fazer o que gostar. E se eu não gostar? Faço como todas as coisas que eu não gosto. Aprendo a gostar. Enfim, cheguei para fazer o Enem com a bunda redonda, saí com ela retangular. Mas saí de lá, suficientemente, feliz por saber que eu inteligente o bastante para nunca, na minha vida, ter pensado em pegar uma corzinha com a luz incandescente do meu quarto. E à noite, era para eu ter ido no Alvorada jogar basquete (a gente perdeu ¬¬).. Só que eu fui no Lago e Sol com meus pais. E o Raphael também foi *u*.
(parte de cima, escrito ontem à noite)

E outra, eu voltei a roer unha. Não sei.. eu só faço isso quando estou nervosa, ansiosa, preocupada ou irritada. Ainda não sei qual das opções acima está comigo. E também não sei porque estou assim, talvez até sei.. mas não quero pensar nisso (é pura paranoia).

Domingo. A mesma coisa. Enem, foda. (por falar nisso, eu tenho que corrigir a segunda prova) Minha redação foi um cocô de cabrito. E a nota também vai ser um cocô de cabrito. Um zero redondinho. hehe..
E eu fui pra casa do Rapha. Adoro ir lá. Eu esqueço de tanta coisa que me chateia.. Ele me faz muito bem, já devo ter dito isso aqui. 



E terça teve outro jogo de basquete. Uma louca me jogou no chão e eu machuquei a mão, mas só ta doendo, nem aconteceu nada demais.

E sim, a gente perdeu. Mas foi de 15x12, e nem foi tão ruim assim.


Aiin, ta uma chuvinha tão boa agora..! Que dá até preguiça de estudar. Dá vontade é de comer chocolate, ler e ouvir música. Ah, e falando em música, estou escutando Capital, Nenhum de Nós, Jota Quest, Cazuza, Legião e Ultraje. ;D