12 julho 2013

Eu vi você


Estou à sua espera, me aprontando. Agora estou me interessando em aprender a cozinhar, e fogão era a única coisa que eu nem passava perto quando ia na cozinha. E, olhe só, já sei até fazer ovo mexido! Estou arrumando a cama todos os dias, apesar de preferir ela bagunçada. Tento não deixar calcinhas no gancho do banheiro. Até aprendi a tirar as pluminhas das roupas.

Lembro da primeira vez que te vi. Você estava atrás de um cara grande e loiro, mas eu vi você. Quase dois anos depois te vi novamente, só que você estava diferente, o cabelo estava diferente. E com a cara lisa. Você é tão mais lindo de barba, fica com mais cara de homem. De meu homem. E foi quase dois anos depois que você me viu. (Não, ainda não acredito que você se lembre de mim na escola.) Não liguei de ver você indo embora daquela festa, mesmo que fosse um pouco cedo. Mas me bateu uma saudade, um sentimento de quero de novo e de novo

Não acho ruim de termos nos visto de novo e de novo. Porque agora estamos aqui, um com o outro. E diferente de antes, hoje eu não gosto de quando você vai embora. E esse seu sorriso?! Me quebra, fique logo sabendo. Seus olhos me hipnotizam e, me iludem, me tirando desta realidade e me levando para outra. Seus beijos me tiram do sério. Estou à sua espera, pois acho que você é a minha pessoa certa.

E mesmo dizendo que não tem vocação para ser um namorado romântico, você consegue me surpreender. A sua personalidade me deixa inquieta e me faz querer ser como você. Faz com que minha cabeça fique transtornada e meus pensamentos confusos. Você faz com que eu me sinta feliz, independente do que aconteça no meu dia inteiro.

Estou à sua espera, porque preciso de alguém chato o bastante para me encher o saco, sempre.



Foto: Eu e Raphael
Amo você, chato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Quero desesperadamente ser uma sacudidora de palavras para o mundo."
Markus Zusak


- Não esqueça de deixar o link do seu blog para que eu possa te visitar!