23 julho 2014

Tem que dar


É aquele último olhar que você dá antes de virar e ir. É como se ele dissesse "não vejo a hora de voltar" - e é recíproco. Alguma coisa quebra dentro de mim e me dá medo; um desses medos que a gente tem de viver e descobrir que o sonho é bem mais bonito que o mundo real. Enquanto você anda até o carro e pega a chave, alguma coisa no meu coração decide por mim: eu quero você pra vida inteira.
A risada aguda e desesperada que dou porque, pela primeira vez, percebi que os dias estão me levando direto para você e eu não vou mudar isso. São nesses instante que a gente pensa "eu podia morrer agora e morreria feliz". Eu podia morrer olhando pra você.
É um misto promessa e pedido. Amor é isso, não é? Se entregar e esperar que, por favor, por favor, o outro se entregue de volta. Segura minha mão. Pula comigo? Sim? Ok, vamos. Agora a gente torce para que a vida não seja tão cruel com a nossa história. Que uma vez, uma vez só, o amor tem que dar certo aqui.

Tem que dar.

Estranho é o arrepio que me dá quando você me abraça e sussurra um "dorme comigo hoje" que eu escuto como a maior declaração da minha vida inteira. Não sei direito como é ficar, mas é bom com você. Escutar sua respiração e pensar que a vida não deveria ser muito além disso. De como eu me sinto quando estou com você.
É aquele último olhar que você dá antes de virar e ir. A eterna promessa de que volta. Que me ama até quando der - e isso já é suficiente. Enquanto você anda até o carro e pega a chave, eu começo a sentir a tristeza da sua ausência. E eu só consigo pensar em uma coisa: você mudou o tom da minha vida.


4 comentários:

  1. Que lindinho Angel! Impossível ler e não pensar em você e no Raphael! Você escreve muito bem!
    <3

    Um Blog Qualquer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Naaaath! Tento ser uma menina meiguinha quando escrevo pra ele. ahahah *-*

      Excluir
  2. ah que lindo, e como vc escreve bem..

    ResponderExcluir

"Quero desesperadamente ser uma sacudidora de palavras para o mundo."
Markus Zusak


- Não esqueça de deixar o link do seu blog para que eu possa te visitar!