07 setembro 2014

De 18, para 8


      Querida Ângela de dez anos atrás,

Oi, magrela. Tudo bem? Seus joelhos ainda estão ralados? Bem provável que esteja ótimo aí e muito mais provável que seus joelhos estejam ralados também. Antes de qualquer conclusão, te aviso que quem te escreve é sua "eu" do futuro. Dez anos depois. Você com oito, agora com dezoito. Não se assuste com isso (o que acho bem difícil em comparação às coisas que você pensa), peço apenas que preste atenção no que vou lhe dizer. Uma hora ou outra você vai acabar sabendo disso tudo, mas não vejo problema em contar coisas que você certamente precisava saber antes.

Mesmo tendo oito anos, você é uma garotinha esperta e tem de usar isso como arma, ok? Use sua intuição com as amizades de agora e com as futuras, ela não costuma falhar. Não queira confrontá-la. E já te aviso que muitos dos seus amigos sairão da sua vida, mas mesmo assim, muitos ainda virão. Alguns ótimos, outros nem tanto. Mas todos importantíssimos para seu crescimento como pessoa. Ah, e você terá amigos que nunca imaginou ter: os melhores!

Ângela, te peço que não dê muita importância para o que os outros pensam, falam ou deixam de falar. Você ainda vai mudar muito, acredite nisso firmemente. Muito de nós duas vai se perder com o tempo, mas não se preocupe, a tagarelice de quando estamos nervosa e o péssimo senso de humor vão continuar conosco. E mesmo com isso, nunca se esqueça, as pessoas realmente gostam de te ter por perto. Não pense muito o contrário.

Aliás, crescer nem é tão horrível assim. Claro que nós não iremos pegar o carro logo que a permissão chegar, você sabe como seu - nosso - pai é. Seu corpo vai mudar muito, assim como sua cabeça. As coisas ficam mais realistas, não dá para pedir para as fadas e os duendes te ajudarem para sempre. Uma pessoa que vai te ajudar muito a achar suas coisas perdidas é São Longuinho. Temos uma longa lista de agradecimentos à ele. Não fique triste com suas notas na escola, saiba que nossos pais vão brigar muito conosco por causa disso, mas é para o bem maior. Eu sei que bate aquela preguiça, mas no final dá certo, você é esforçada quando quer, basta acreditar no potencial que tem.

Nessa idade você finalmente estará demonstrando interesse por livros, então peço que você leia, leia e leia. Leia até as bulas dos remédios que você tem que tomar. Um hábito que temos até hoje é ler, mergulhar, viajar e se desmanchar dentro dos livros. Siga sua intuição novamente, pois você encontrará livros com histórias incríveis que virão neles. Ah, junte dinheiro para comprar uma estante, estou cansada de "roubar" caixotes de feira. E junte também para comprar mais livros, mamãe e papai não lhe dará livros sempre que tiver promoções maravilhosas. E, consequentemente, com toda essa leitura, você vai começar a escrever e lhe peço que nunca pare.

E em relação à sua vida amorosa, logo, logo você deve descobrir que os garotos da sua idade são muito imaturos. A medida que você crescer, outros garotos aparecerão e te deixarão nas nuvens, mas também vão te decepcionar. Menos um. E quando esse "um" chegar, você vai saber, acredite. Apesar dos meios inesperados pelos quais ele vai entrar na sua vida, tudo no fim vai valer a pena e ele vai te fazer muito feliz.

Sobre seu corpo, não se preocupe tanto. Não que você vá se preocupar durante os próximos oito anos, mas tente comer um pouco menos bobeira, eu agradeceria muito hoje. Isso inclui seu cabelo, você ainda não perdeu a mania de cortá-lo sempre que dá. Você não vai acreditar no que eu fiz com nosso cabelo no início do ano, ficou maravilhoso! E sobre seus dentes, iremos muito ao dentista, coisa que odiamos, mas logo você vai parar de usar esse aparelho, mas também vai valer a pena.

Antes de mais nada, tente não ficar muito em dúvida em qual curso você gostará de fazer quando crescer. Muitos vão te pressionar e você vai passar noites te odiando por ser tão indecisa. Brincar com as cachorras vai te fazer muito feliz, mas não dá para fazer só isso.

Beijos,

Ângela de dez à frente.

P.S.: Pai e mãe não estarão aqui para sempre, lembre sempre disso.


12 comentários:

  1. Ângela, eu adorei o blog, o texto e a ideia. Não sei se pelo fato de eu ter dezoito e ter inúmeras coisas que gostaria de saber com oito, mas me identifiquei muito.
    Um beijo. ♥
    http://www.tortadeamora.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Ana! Fico muito feliz que tenha gostado ,de verdade. *-*

      Excluir
  2. Oi Ângela :)
    Encontrei o seu blog por acaso, e bastou ler este texto para decidir que farei visitas regulares por aqui. Vou continuar a ler os seus posts mais antigos (vício que eu tenho quando encontro um blog de que gosto) então fica já um aviso que é provável que venha mais comentário por aí ;)
    Beijo
    www.fofocas-literarias.blogspot.pt

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jessie!
      É tão bom ler comentários como o seu! Espero que goste daqui, e eu também tenho esse vício, normal. haha
      *-*

      Excluir
  3. Ai que coisa boa seria isso né? A gente receber esses conselhos antes de tudo acontecer.
    Adorei a ideia e o texto ficou muito bom, Ângela :)

    Beijos,
    www.miragemreal.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagina que lindo que isso seria?! Haha
      Obrigada, Maria! *-*

      Excluir
  4. Adorei esse texto!
    Super legal essa proposta de escrever uma carta pra sua "eu" mais nova.
    Seria perfeito se pudéssemos fazer isso de verdade, aqui na vida real. :/

    Beijos <3
    www.quaseatoa.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seira perfeito mesmo, né!
      Obrigada, Ju! Beijos

      Excluir
  5. Ahh não canso de dizer que você tem talento, Ang. Amei muito esse texto e pelo que percebi, você continua a mesma pessoa de quando era mais nova, pelo menos na essência, mas ouve mudanças né. E até onde sei foram todas pra melhor, né? HAHA
    E que história é essa de não pegar o carro quando sua PPD chegou? Sacanagem, mulher!
    <3
    Beijinhos, Lia
    Um Blog Qualquer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nath linda, obrigada!! haha Espero que as mudanças tenham mesmo sido para melhor!
      Pois não é?! Isso é um puta falta de sacanagem e espero veementemente que isso mude.

      Beijos! ♥

      Excluir
  6. Adorei essa temática do texto e a forma como você foi revelando aos poucos o que aconteceu e o que está acontecendo no presente pra você com oito anos. Adorei o seu blog, vi que segue o meu e finalmente sobrou um tempinho pro meu blog, então apareci por aqui.
    E ah, você me deixou mais pobre, amei a loja ali do cupom desconto e comprei alguns itens que já tô aqui babando mesmo antes de chegarem. HAHHAA.
    Beijos :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, muito obrigada, Thaís!
      A Toca Mágica é linda, não? Já comprei bastante coisas lá. *-*

      Excluir

"Quero desesperadamente ser uma sacudidora de palavras para o mundo."
Markus Zusak


- Não esqueça de deixar o link do seu blog para que eu possa te visitar!