01 outubro 2014

{Resenha} Aura Negra - Série Academia de Vampiros - Richelle Mead (VA.2)

Começo de mês com resenha! êeeee! Todos felizes.
Bom, quem me acompanha a algum tempo, já percebeu que as coisas aqui no blog estão mudando um pouco. Estou colocando mais coisas relacionadas a minha paixão pra vida inteira: livros. Sim, pois livros são tudo e como diz um velho sábio: livros são refúgios para escapar à vida. E gosto exageradamente de me refugiar neles. ♥ Mas não pensem que irei parar com meus textos, o blog ainda é pessoal, só posto o que gosto.
Enfim, hoje é resenha do segundo livro da série Academia de Vampiros, portanto, se você ainda estiver no primeiro livro ou nem tiver começado a ler a série já aviso que terá alguns poucos spoilers do primeiro livro. Leia a resenha dele aqui. Lembrando: não há spoilers do livro.

Sinopse: A Escola São Vladimir está em alerta após um ataque dos sanguinários Strigoi. Os Guardiões admirados por suas habilidades e seus grandes feitos, se preparam para entrar em ação. A escola envia seus alunos para um hotel de luxo e bem protegido, porém um imprevisto obriga Rose a deixar a segurança de seu lar e impedir que o pior aconteça. Apenas quando a vida de seus amigos está por um fio é que a heroína descobrirá força dentro de si. 
Editora: Nova Fronteira
Título original: Frostbite
Autora: Richelle Mead
Páginas: 304
Ano: 2010





Após a bagunça toda de Lissa e Rose descobrirem sobre Victor Dashkov e suas "travessuras" - ênfase nas aspas, pois ele é muito pior que isso! - e finalmente tendo seu devido fim numa prisão Moroi altamente segura, temos um pequeno momento de sossego. Pelo menos é o que achamos que iríamos ter. Mas sossego é uma coisa bem rara de ter nessa série.
Nós descobrimos no primeiro livro, que Lissa desenvolveu sua habilidade mágica com o espírito, uma magia que todos não faziam ideia que existia. Ela pode curar as pessoas, foi assim que Rose voltou dos mortos. Porém, como todas as coisas boas têm seus lados ruins, o espírito também tem. Quanto mais Lissa usa a magia, mais deprimida/louca ela fica. Mais um problema que Rose se sente no dever de protegê-la.
Falando em problemas... Depois dos incidentes com Victor, Rose e Dimitri - suspiros - vão à casa de uma família Moroi onde trabalha um guardião muito renomado e descobrem uma carnificina feita pelos Strigoi: uma família Moroi inteira e seus guardiões mortos. Todos ficaram ainda mais assustados quando passou a acontecer com outras famílias a mesma coisa. Inclusive a mãe de Mia Rinaldi, uma das que faziam parte das panelinhas de escola no outro livro que atormentava a vida de Rose e Lissa, ela passou por uma mudança muito grande depois disso, mas acaba fazendo uma burrada no fim do livro. O mundo Moroi vira um caos. Muitos foram para a Escola São Vladimir em busca de proteção. E vários guardiões do mundo todo foram para a escola, junto com seus Moroi, para fazerem um plano e deixar a todos mais tranquilos.
Com a chegada dos guardiões, conhecemos um personagem novo: a mãe de Rose. Janine Hathaway, a pessoa pela qual a Rose mais tem ressentimento e mágoa. Janine a deixou na escola muito nova e depois disso visitou a filha pouquíssimas vezes - tipo, muito pouco mesmo. Foi interessante ver as alfinetadas que uma dava na outra, porém triste ler os desabafos de Rose em relação a ela. Rose continua explosiva nesse livro, mas com todos os problemas entre os Moroi, seu foco está em proteger Lissa.

"Foi bom ver você também. Fiquei surpresa de você ter me reconhecido. Na verdade, quando vi que você estava no campus e nem se dera ao trabalho de me avisar, fiquei achando que você nem se lembrava mais da minha existência."
 A Escola decide fazer uma viagem de "férias" à uma estação de esqui, já que estão perto do Natal e por ser um lugar apenas para Moroi e Dampiros. Na estação, conhecemos mais um personagem: Adrian Ivashkov (). Conhecido por todos, tanto da os realeza quanto os que não são, por ser mulherengo, festeiro, mimado, audacioso, sem vergonha e sem juízo. Pouco depois descobrimos que ele é um personagem chave para competir lado a lado com Dimitri pela atenção de Rose - e claro que a nossa também.
Lissa está namorando Cristian Ozera, o que a deixa com pouco tempo para ficar com Rose, que não conta nada sobre os sentimentos que tem por Dimitri. Então Lissa fica meio que empurrando Rose para namorar com Mason, um dampiro bonitinho com quem Rose gosta de flertar - o que ela faz muito com vários, no primeiro livro ela ganha apelidos nada legais por causa disso -, mas não está interessada em namorar com ele. Porém, Tasha Ozera, tia de Cristian, meio que quer Dimitri, então Rose aceita "dar uma chance" a Mason, mas fica mais parecendo que ela está fazendo para fazer ciúme. 

"É impossível se forçar a amar alguém, eu me dei conta disso. O amor existe ou não existe."
 Bom, acontece muitas coisas no livro. O final é uma loucura, nos faz odiar Rose por abrir a boca mais que o necessário e depois nos faz ter admiração por ela. Lembrando: peguem um lenço. Você vai chorar. A diva ruiva melhora a cada livro, isso é certeza! Seus personagens evoluem, apesar de Lissa ter ficado meio apagadinha nesse livro. Fiquei com um pouco de raiva pelo que Richelle fez, mas entendi que foi mais uma lição para que todos ficassem mais alertas. Enfim, Dimitri está apaixonante (Adrian também!!!), mas sua resistência em relação a Rose faz com que a gente tenha vontade de bater nele. Rose, tempestuosa como sempre.

Gente, Adrian. Adrian vai te pegar e não vai deixar com que você esqueça dele nunca jamais. Esses tempos estou ouvindo muito Arctic Monkeys e uma música que me faz lembrar muito dele é Do I Wanna Know?

Vocês já leram? Beijos, seus lindos!
Au revoir!

8 comentários:

  1. Omg, Vampire Academy *-*
    Menina, o Adrian até hoje é meu personagem favorito, apesar de amar a Rose. Ai que saudades, deu vontade de ler a série de novo. *-*

    Faltou Açúcar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. *---* Ele está sendo meu personagem favorito desde que li esse livro! Ah, não precisa ler de novo a série, a Richelle escreveu a série Bloodlines que nos deixa muito mais pertinho de Adrian! E ela é muito boa. Sem mais. hahaha

      Excluir
    2. É que eu não aceitei muito bem a Bloodlines por causa da Sidney, que eu não gosto, ainda sou revoltada com as reviravoltas de tudo ;/

      Excluir
    3. Se eu te dizer que até gosto dessas reviravoltas! haha Eu gostei dessa série principalmente porque não é a história inteira para resolver um problema só. Mas isso é questão de gosto, né?! haha

      Excluir
  2. Gosto muito de série de vampiro. Seja ela qual for e o quanto ela traga um novo tipo de vampiro rs
    Desde que li a primeira resenha da série me interessei e ela continua na minha lista!! :)

    Beijos,
    www.miragemreal.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Compre assim que puder, Maria! Realmente, é muito boa! *-*
      Beijos

      Excluir
  3. VA é simpresmente perfeito <3 Se tu surtou com o final desse, espere até o quarto HAHAHAH minha amiga quando terminou o quarto veio me xingar horrores HAHAHAHAHAHAHA Mas agora não entendi, tu não terminou VA e já leu Bloodlines? o_o

    Roberta Krutzmann | www.apenasumtrecho.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dá vontade de matar a Richelle!!! hahahah Eu terminei, só que reli a série em menos de um mês e só agora estou publicando as resenhas. =}

      Excluir

"Quero desesperadamente ser uma sacudidora de palavras para o mundo."
Markus Zusak


- Não esqueça de deixar o link do seu blog para que eu possa te visitar!